Agrupamento de Escuteiros 1039 Vilela

O Agrupamento de Escuteiros 1039 de Vilela tem como patrono Santo Agostinho e foi fundado a 5 de Junho de 1994. O Padre Rubens Marques foi o principal responsável pela sua fundação, sendo o próprio escuteiro desde a sua juventude.

O agrupamento tem neste momento sede no antigo infantário do Noval e conta com 75 elementos, tendo já atingido os 120.

História:

Na história deste colectivo, além das mais variadas actividades anuais realizadas na freguesia e na região, destaca-se a participação, em 2011, no FESCUT (Festival Nacional da Canção Escutista), realizado na ilha da Madeira, onde alcançou um honroso segundo lugar.

Em 2012, alguns elementos participaram no Acampamento Nacional Escutista em Idanha-a-Nova, que reuniu 17 mil escuteiros que partilharam uma experiência única que os marcou para a vida.

Em Setembro de 2013, o Agrupamento participou no Acampamento Regional e voltou a participar no FESCUT, na Madeira, ganhando o prémio de melhor música e ficando novamente em segundo lugar. Par além disso, o Agrupamento de Escuteiros 1039 de Vilela ficou com o Prémio Responsabilidade que é entregue a quem organiza o FESCUT no ano seguinte. Assim sendo, em 2014 Vilela recebeu uma grande actividade nacional que recebe os escuteiros das variadas regiões do país. Foi uma grande actividade de promoção da freguesia no ano em que o Agrupamento celebrou também os seus 20 anos.

Em 2014 participou no Acampamento de Núcleo em Vilar do Torno e Alentem.

Em 2017 alguns elementos voltaram a participar no Acampamento Nacional Escutista sendo este o maior Acampamento Nacional até então realizado, contando com cerca de 22 mil escuteiros em que a terceira secção do agrupamento conseguiu um premio de mérito. Em 2019 participou no Acampamento Regional que teve lugar em Cortegaça e neste mesmo ano o Agrupamento 1039 Vilela celebrou os 25 Anos de existência juntando num acampamento os atuais e antigos dirigentes num ambiente de festa e muita alegria!

Corpo Nacional de Escutas – Escutismo Católico Português

O Corpo Nacional de Escutas – Escutismo Católico Português (CNE) nasceu em Braga a 27 de Maio de 1923 e é a maior organização de juventude de Portugal. É uma associação sem fins lucrativos, destinada à formação integral de jovens, com base no método criado por Robert Stephenson Smyth Baden Powell e no voluntariado dos seus membros, que se afirma como um movimento da Igreja Católica.

O Movimento Escutista é um movimento de educação para jovens voluntário, apolítico e aberto a todos sem distinção de género, origem, raça ou credo. O Escutismo oferece aos jovens a oportunidade de se desenvolverem emocional, intelectual, física e espiritualmente como indivíduos, como cidadãos globais responsáveis, membros das suas comunidades locais, nacionais e internacionais. 

Organização

O Corpo Nacional de Escutas está organizado pedagogicamente em 4 secções, associadas a faixas etárias, com nomenclaturas próprias. Dentro de cada secção, os jovens organizam-se em pequenos grupos, tendo cada elemento uma função específica.

Alcateia – formada pelos Lobitos

  • os elementos são denominados Lobitos e estão organizados em Bandos de 5 a 7 elementos;
  • denomina-se Alcateia a Unidade formada pelos Bandos de Lobitos, onde cada uma tem 2 a 5 Bandos;
  • cada Bando designa-se e distingue-se por uma cor que figura no distintivo de cada Lobito e na bandeirola de Bando: branco, cinzento, preto, castanho e ruivo;
  • o local de reunião dos Lobitos é designado Covil;
  • o seu patrono é São Francisco de Assis;
  • a cor representativa desta secção é o Amarelo;
  • idade: dos 6 aos 10;

Expedição – formada pelos Exploradores

  • os elementos são denominados Exploradores e estão organizados em Patrulhas de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Expedição a Unidade formada pelas Patrulhas, onde cada uma tem 2 a 5 Patrulhas;
  • cada Patrulha designa-se pelo nome de um animal, o Totem, cuja silhueta e respectivas cores figuram na bandeirola da Patrulha assim como no distintivo da camisa do Explorador;
  • o local de reunião dos Exploradores é designado Base;
  • o seu patrono é São Tiago;
  • a cor representativa desta secção é o Verde;
  • idade: dos 10 aos 14;

Comunidade – formado pelos Pioneiros

  • os elementos são denominados Pioneiros e estão organizados em Equipas de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Comunidade a Unidade formada pelas Equipas, onde cada um tem 2 a 5 Equipas;
  • cada Equipa designa-se por um Santo da Igreja, um Benemérito da Humanidade ou um Herói Nacional, cuja silhueta figura na bandeirola e no distintivo da Equipa;
  • o local de reunião dos Pioneiros é designado Abrigo;
  • o seu patrono é São Pedro;
  • a cor representativa desta secção é o Azul;
  • idade: dos 14 aos 18 ;

Clã – formado pelos Caminheiros

  • os elementos são denominados Caminheiros e estão organizados em Tribos de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Clã a Unidade formada pelas Tribos de Caminheiros, onde cada um tem 2 a 5 Tribos;
  • cada Tribo escolhe um Patrono – Santo da IgrejaBenemérito da Humanidade ou Herói Nacional – cuja vida todos devem conhecer e tomar como modelo de acção;
  • o local de reunião dos Caminheiros é designado Albergue;
  • o seu patrono é São Paulo;
  • a cor representativa desta secção é o Vermelho;
  • idade: dos 18 aos 22;

Rua Junta de Freguesia, N.º 24
4580 - 646 Vilela PRD
Email: secretaria@vilela.pt

logo-7

Contacte-nos

Vilela © 2020.